EPISÓDIO 12 - SHUN AGORA ATENDE PELO SUS

18/06/2012 23:17

Shun Agora Atende Pelo SUS

Por Julian VK

 

 

        Esse pode ser considerado o melhor episódio até o presente momento, não somente pela participação de Shun, mas porque de uma forma geral teve poucos detalhes ruins. Contudo, esta ainda é uma análise injusta, portanto não haverá piedade.

        No começo deste episódio descobrimos que na verdade Kouga deveria ser o cavaleiro de Mula de Carga, não Pégaso. Além disso, também podemos notar que o cavaleiro de Cães de Caça é o primeiro cavaleiro surfista da história. Vou ser honesto, na minha opinião ver aquele cara usando uma pedra como prancha enquanto viaja pelo deserto foi ridículo.

        Contudo, o verdadeiro problema com Miguel é o fato de que seu estilo de luta parece uma evolução do Fukku (o cavaleiro de Bússola). Só o que ele faz com seu cosmo é jogar terra e pedras nos outros. Em suma, ele só não é um cavaleiro de prata totalmente sem originalidade porque consegue sentir o “cheiro” do cosmo.

        O elogio da luta inicial vai para Kouga, que enganou Miguel e o impediu de perseguir seus amigos. Bom trabalho, cavaleiro de Mula de Carga. Como recompensa por usar seu cérebro você ganhou o direito de ter seu pescoço salvo por Shun de Andrômeda, este imediatamente reconhecido por Cães de Caça. Bom saber que não é só o Seiya que ficou pop.

        E falando no Shun, definitivamente ele é a estrela deste episódio. Transformá-lo em um médico (do SUS) que viaja pelas vilas pobres ajudando aqueles que mais necessitam definitivamente é algo que tem a cara do Andrômeda.

        A cena do reencontro com Ryuho não tem nada de realmente importante para comentar, portanto vamos falar sobre a história a respeito do ataque de Mars. E com relação a isso eu tenho algumas reclamações. Para começar, pouco é dito a respeito de seus ataques ou mesmo de onde ele veio.

        Além disso, essa história das feridas das trevas está muito mal contada, pois quem seria capaz de amaldiçoar até mesmo Athena? Porém, embora hajam muitas pontas soltas eu creio que eventualmente estas perguntas serão respondidas. Basta ter um pouco de paciência.

        Por outro lado, a história de que um meteoro de cosmo caiu na terra e por causa disso as armaduras mudaram e os cavaleiros receberam novos poderes não passa de uma tentativa lamentável de fazer os fãs aceitarem a maior falha de Saint Seiya Omega. Uma falha que não se encontra no roteiro, mas sim no conceito. Podem justificar o quanto quiserem, mas uma geração que cresceu vendo os cavaleiros carregando urnas nas costas jamais verá isso como “mudar pra melhor”.

        Além disso, por que diabos Seiya era o único vestindo uma armadura de ouro no flashback? É verdade que Shun e Ikki nunca se mostraram muito promissores como cavaleiros de Virgem e Leão respectivamente, mas Hyoga e Shiryu foram treinados diretamente pelos cavaleiros de Aquário e Libra (ou semidiretamente, no caso do Cisne no anime). Somente Seiya ter o direito de virar cavaleiro de ouro é um grande preconceito.

        Em suma, esses são os pontos mais problemáticos do episódio. Eu ficaria muito agradecido se parassem de tentar inventar explicações para o fato de que agora as armaduras são bijuterias. Já é difícil ignorar isso quando ninguém comenta nada...


 photo MeikyouShisui_zpsa1874581.gif

        Felizmente a luta final contra Miguel foi muito boa. Diferente da grande maioria dos cavaleiros de prata do clássico ele não se mostrou um saco de pancadas e agüentou até mesmo um golpe de Shun. Além disso, a luta envolveu uma boa mistura de golpes especiais e físicos. Por fim, o mérito não ficou com um único cavaleiro e o inimigo não foi derrotado num único golpe.

        Espero que continuem assim.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!