EPISÓDIO 13 - O ATAQUE DO CAVALEIRO TARADO

25/06/2012 23:24

O Ataque do Cavaleiro Tarado

Por Julian VK

 

        Nada como começar um episódio com uma bela revelação: Eden na verdade é filho de Mars. Engraçado o vilão dizer que o cavaleiro de Órion reinará juntamente com ele sendo que Sonia tem ares de ser superior. Será machismo ou uma impressão errada?

 

        A cena seguinte é totalmente ignorável, serve apenas para que as pessoas pensem “Ohhhh, como a Aria é gentil”. Ela pode alimentar a população do mundo inteiro que não vai mudar minha opinião de que é uma pirralha irritante.

 

        Depois vemos Micene (parece que finalmente chegaram a um consenso com relação ao nome desse babaca) ajudando no treinando de Eden. Essa cena torna evidente aquilo que todos já imaginavam, que o cavaleiro de Órion será o Ikki desta série, já que ficou extremamente irritado com o fato de que Aria foi levada. Por que será?

 

        Minha primeira legítima reclamação é a respeito da cena seguinte, que honestamente só serviu para encher linguiça e completar a primeira metade do episódio. Até mesmo ver Saori aprisionada em nada contribuiu, ela fica em apuros em toda santa saga, não é nenhuma novidade.

 

        As coisas começam a ficar interessantes quando os cavaleiros de bronze alcançam a ruína do vento que, surpreendentemente  - ou não - é protegida por um tornado. Chega a ser irritante como Kouga tenta roubar a cena todas as vezes, isso geralmente tira a graça do episódio.

 

        Dentro do tal tornado está o núcleo do vento e um cavaleiro de prata para protegê-lo. Sinceramente, eu não consigo entender porque mandaram apenas um. O tal guardião diz que nem um cavaleiro de ouro seria capaz de derrubar a estrutura, portanto deixar o lugar abandonado tem mais lógica do que mantê-lo sob a guarda de apenas um guerreiro. Por quê? Simples, é de se esperar que no mínimo o Santuário soubesse da morte do cavaleiro de Corvo, o que deve ser um sinal bem claro de que os pivetes de bronze são capazes de eliminar um cavaleiro de prata.

 

        Usar as ruínas como isca para capturar os “traidores” é uma ótima ideia, mas para isso funcionar seria necessário enviar no mínimo dois ou três cavaleiros. Em outras palavras, simplesmente mandaram o cavaleiro de mosca para o matadouro.

 

        E falando do Fly, que possui um nome incrivelmente original, eu devo dizer que ele foi a maior decepção em forma de cavaleiro que já existiu. Em primeiro lugar, considerando todos os treinos exaustivos a que são submetidos os cavaleiros, como diabos pode haver um gordo entre as tropas de Athena? E coloca gordo nisso! Ah, mas é muito pior que isso. Além de gordo ele tem cara de pervertido, do tipo que assiste Lucky Star só para ver as calcinhas das protagonistas.

 

        Não bastasse tudo isso ele ainda por cima tem fetiche por armaduras e as lambe como se fossem... bem, deixa pra lá. Fly de Mosca é simplesmente intragável, mesmo para os padrões de Saint Seiya Omega. Quem criou esta personagem merece ser assassinado pelo Kinosagi.

 

        E como dizem pela internet, gordo só faz gordice. Que outro tipo de pessoa consideraria uma forma eficiente de eliminar um inimigo cair em cima do desgraçado repetidas vezes como se estivesse numa cama elástica? Bem, só um gordo mesmo.

 

        Continuarei a revisão assim que terminar de responder a um processo por preconceito gordofóbico.

 

        Mas vamos falar um pouco de Haruto, que chegou do nada sabendo que havia um cavaleiro de prata protegendo o núcleo e, como se isso não fosse conveniente o bastante, ainda por cima tinha uma pipa e um rolo de corda escondidos em algum lugar. Com o roteiro ajudando fica fácil...

 

        O cavaleiro de Lobo sabia até mesmo que Fly utilizava um vírus mortal para derrotar seus adversários. Contudo, por que será que ninguém morreu nesse episódio (exceto o próprio cavaleiro de mosca?). Dou a ressalva de que pode ter sido erro de tradução, mas não duvido nada que seja pura incompetência dos roteiristas. O que vem depois dessa? Uma aura congelante que não congela?

 

        No fim das contas o desfecho foi extremamente sem graça, pois Kouga derrotou o inimigo com um único golpe enquanto que Haruto e Souma invadiram o tornado só para assistir o Pégaso esmagando um inseto.

 

        Para terminar o episódio vemos um discurso de Seiya. Mais Aiolos que isso só se ele tivesse arrancado uma lasca da parede da casa de Sagitário e entregue aos cavaleiros de bronze. Além disso, Yuna recebe um cristal após a destruição do núcleo. Por que será que isso me lembra de Final Fantasy?

 

        Para ser sincero eu só não detestei esse episódio do começo ao fim porque as cenas em que Eden apareceu foram relativamente interessantes. Considerando-se o fato de que os autores estão apelando até mesmo para os estereótipos mais obscuros da animação japonesa, eu prevejo um futuro sinistro em SSΩ.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!