EPISÓDIO 5 - COMEÇA O EXAME CHUNNIN

04/06/2012 17:50

Começa o Exame Chunnin

Por Julian VK

 

 

        Creio que este seja o primeiro episódio que eu gostei, provavelmente porque a maioria dos fatores negativos do anime já foram criticados anteriormente e eu prefiro buscar novas falhas a cada análise.

        A cena de abertura não tem nada de mais, é apenas uma apresentação do que veremos no episódio, mas confesso que quase sinto pena do Ichi por sofrer trollagens. Quase.

        O primeiro ponto que vale a pena abordar é o fato de que os cavaleiros de bronze competem em um local onde utilizar o cosmo é arriscado, pois a aparentemente a própria terra o suga, eliminando as forças do cavaleiro. Isso me lembra um pouco os livros da Gigantomaquia, em algumas lutas ocorrem num local que suga o cosmo para alimentar um gigante prestes a despertar.

        Realmente esse teste tem um clima de Exame Chuunin, já que o vencedor da Saint Fight ganha o direito de se tornar um cavaleiro de prata. Muitos fãs devem ficar revoltados com isso, já que inicialmente parecia que cada cavaleiro recebia uma armadura e permanecia com ela pelo resto da vida, mas eu nunca vi mal algum em promover um guerreiro de Athena.

        E se considerar que em Next Dimension Dohko e Shion foram promovidos de bronze para ouro então creio que isso tem até o aval do Kurumada.

        Mas espere um pouco! Isso significa que realmente a armadura de Águia pertence à categoria de bronze, mesmo sendo uma armadura de prata originalmente. E aí, vão dizer que quando ela se juntou ao poder do universo foi rebaixada? É por conta dessa falta de respeito tão evidente que o Omega é uma decepção para fãs antigos.

        Deixando isso de lado, eu continuo não entendendo porque os pirralhos de bronze insistem em utilizar somente um braço da armadura. Se o propósito do teste é inibir o uso do cosmo, então pra que sequer pensar em vestir uma parte do protetor? Ah, mas vamos fazer dessa forma porque fica mais “bonitinho”. Só pode ser esse o pensamento dos autores...

        Vejam só, a Yuna é bem inteligente. Ao invés de querer competir contra tudo e todos, convidou o Ryuho para ajudá-la. Faz sentido, já que o filho do Shiryu é considerado um “gênio” naquela escolinha. É reconfortante saber que existem defensores de Athena que usam a cabeça para algo além de bater contra um pilar.

        E pra variar resolveram colocar um novo babaca no anime, só que dessa vez sem o tradicional grupo de capangas. Eu poderia reclamar disso, mas até mesmo na série clássica os cavaleiros eram uns imbecis sem respeito uns pelos outros, então creio que esse tipo de atitude seja normal...

        A conversa a respeito do pai do Souma não agrega nada para a análise, mas eu notei algo muito curioso. No episódio anterior, quando o Leão Menor vestiu o braço esquerdo da armadura, concluí que ele era canhoto. Sendo assim, por que ele deu um soco com o braço direito no babaca do Argo? Claro, isso é apenas um detalhe, mas não dizem por aí que os detalhes fazem a diferença?

        Depois disso não há muito que comentar em grande parte do episódio. Sobre a cena em que Argo joga Souma no rio? Cachoeira é tão clichê...

        Sobre a cena em que Ryuho salva Yuna de cair na lava? Fanfics de romance envolvendo esses dois foram escritas. Salvar ela da morte quase certa é uma coisa, mas passar o braço pela cintura da menina já é algo suspeito. Parece que de afeminado o Dragão só tem a cara...

        Agora, a cena em que Souma e Kouga encontram uma geleira no meio da montanha renova minha certeza de que os autores de SSΩ são mestres na arte de tornar o roteiro conveniente. Podia ser uma simples barreira de rochas (mais resistentes que o normal, é claro), mas não, eles tinham que colocar uma geleira eterna para fazer uma referência a Hyoga – que nem sequer foi citado –. É como eu falei numa análise anterior, eles fazem questão de ser exagerados.

        Por sinal, como são vagabundos esses cavaleiros da nova geração. Hyoga conseguiu destruir a sua geleira eterna antes mesmo de vestir a armadura de Cisne...

        E veja só, eles tentaram nos enganar. Na verdade eu achei estranho o Kouga não ter erguido o Souma na mesma hora em que ele falou que não conseguia mais se mover e arrastado o Leão Menor até o topo da montanha. Mas de toda forma foi o que ele fez.

        Vocês notaram algo engraçado? Em pouquíssimos episódios a personalidade de Yuna mudou completamente. Em sua primeira aparição ela era fria como uma Execução Aurora, agora fica toda animada e risonha ao notar que Souma e Kouga conseguiram chegar a tempo para participar do evento. Vai entender...

        Argo desclassificado? Eis uma surpresa, pois eu jurava que ele lutaria contra Souma e levaria uma surra no torneio. Mas creio que evitar os clichês faz bem de vez em quando.

        Contudo... é impressão minha ou Ichi não se classificou para participar da Saint Fight? Um cavaleiro com tantos anos de experiência não consegue competir com um bando de pivetes? Eu realmente espero que não tenha sido o caso...

        Minha conclusão é a seguinte: Apesar de seus deslizes, este foi o primeiro episódio que podemos chamar de decente. Com um pouco de sorte eles finalmente vão parar de corromper Saint Seiya. Infelizmente eu nunca fui muito sortudo, então já estou esperando o pior...

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!