STAR HILL: HISTÓRIA E INFLUÊNCIAS

05/02/2015 20:30

Star Hill: História e Influências

Por Jujovi Saguete e Lucas Saguista

 

 photo SC10_054_zpsvp8gooov.png

Imagem retirada do capítulo 45, "Seu nome é Saga!"

 

 

        O multiverso de Saint Seiya é caracterizado por beber diretamente das fontes históricas e reutilizá-las – além de reinterpreta-las - numa linguagem que se acomode as necessidades da obra. O acesso restrito do Grande Mestre, Star Hill, é um bom exemplo dessas releituras, afinal de contas, este faz alusão direta aos centros monásticos localizados na Grécia: Meteora.

        A Meteora é conhecida por ser o mais importante centro monástico e um dos maiores monumentos do mundo. Protegida pela UNESCO, a Meteora é uma grande montanha rochosa, que é representada pela divisão das cidades de Kalampaka e Kastraki.

 

“Com as invasões turcas à Grécia iniciadas no século 13, não restaram muitas alternativas aos sacerdotes ortodoxos da região a não ser se esconder no alto das pedras. Acostumados a moradias pouco habituais – há séculos muitos viviam como ermitões nas cavernas locais –, os religiosos ergueram refúgios nos cumes pedregosos cujos acessos só eles conheciam. Meteora já seria naturalmente impressionante pelo desenho único das grandes rochas, mas, com os vários monastérios, seu visual chega a ser surrealista. Dos seis principais, o maior é o Grande Meteoro, mas espere ter panorâmicas esplêndidas também do Roussanou e do Varlaam.”

 

        Considerando o trecho “os religiosos ergueram refúgios nos cumes pedregosos cujos acessos só eles conheciam” e fazendo uma rápida aproximação com o Clássico, nota-se que a proposta de  Star Hill era igual a de Meteora, porque é um espaço de uso exclusivo do Grande Mestre (capítulo 45, intitulado “Seu Nome é Saga!”), o sacerdote de Atena. Uma curiosidade rápida, nos países lusófonos a figura do “Pope” é conhecida por “Grande Mestre”.

 

Os mosteiros de Meteora:

  • Megalou Meteorou (Grande Meteoro ou Mosteiro da Transfiguração)
    Localizado na maior e mais longa extensão da rocha. Foi criado em 1340 por Aghios Athanassios Meteoritis (1302-1380). Vale a pena ver a torre (1520), hoje em dia, o Museu de Folclore com ferramentas e aparelhos antigos, o ossuário, a igreja de Metamorfoseos tou Sotiros ou da Transfiguração de Jesus (o santuário foi construído em 1388 e a igreja principal com o nártex em 1545), o Santo Altar (construído em 1557 e hoje em dia, Museu da Herança da Igreja) e a cozinha (1557, hoje é o Museu do Folclore de cobre antigo, de barro e utensílios de cozinha de madeira).

 photo meteorou_zpsnscpipmt.jpg

  • Agios Stefanos (Santo Estevão)
    Santo Antônio (Primeira metade do século 15) e Santo Filoteos (meio do século 16) são ambos honrados como os fundadores deste monastério. A pequena igreja de Aghios Stefanos é uma basílica de ala única, construída em 1350. Hoje em dia, a igreja de Aghios Charalampos (1798) está decorada com impressionantes trabalhos em três dimensões. O seu imponente Santo Altar é utilizado como um museu moderno com as mais impressionantes heranças da igreja: ícones do período pós-bizantino, vestes sacerdotais e telas bordadas a ouro, com finas peças de prata, etc.

 photo santo-estevao_zpshri81nmy.jpg

  • Varlaam
    De acordo com a história, este foi habitado em primeiro pelo monge Varlaam, no século 14. A parte maior da igreja foi construída em 1542, e foi dedicada a Agious Pantes (Santo de todos). A parte principal da igreja tem muitos murais pintados pelo pintor de Tebas, Fragko Katelano em 1542. No final do século 16 e no início do século 17, o laboratório bibliográfico mais organizado de Meteora se encontrava aí.

 photo varlaam_zpswkr9a2gb.jpg

  • Agia Triada (Santíssima Trindade) está localizada numa íngreme rocha típica e imponente de Meteora. Pelos escritos do potentado Simeon Ouresi-Paleologou, aparece que Aghia Triada era um monastério organizado desde 1362. A igreja que vemos hoje em dia foi construída por volta do ano 1476 e é uma pequena igreja de duas colunas em forma de cruz com uma abóbada. Também muito interessante é o Museu do Folclore do monastério que possui uma larga seleção de roupas antigas, aparelhos, ferramentas, e outros itens.

 photo trindade_zpsxcpcmpgi.jpg

  • Roussanou foi construído em 1529 sobre as ruínas de construções mais antigas. A igreja de Metamorfoseos tou Sotiros or (da Transfiguração de Jesus) foi construída cerca de 1530. As pinturas que cobriam os muros da parte principal da igreja e da nártex pertencem a Escola de Artes da Creta (de acordo com a opinião dos especialistas, elas pertenciam a Gorgie, aluno de Teofanos de Creta). Apesar da igreja ser dedicada a Metamorfosi tou Sotiros (Transfiguração de Jesus) os crentes celebram a memória de Aghia Varvara (quatro de Dezembro) com um grandeza e devoção similar numa capela vizinha.

 photo roussanou_zpsmjxixfbs.jpg

  • Aghios Nikolaos Panausas é um monastério multinivelado, gracioso e imponente, e está localizado em torno da aldeia de Kastraki, entre as ruínas dos monastérios de Prodromou, Aghias Monis e Pantokratoros. A organizada maneira de vida monástica neste mosteiro foi estabelecida durante as primeiras décadas do século 14. Os frescos são as mais antigas pinturas assinadas por Teofanis de Creta e caracteriza todos os traços deste grande angiógrafo da Escola de Arte da Creta.

 photo panausas_zpsdca2cnuu.jpg

 

Sobre a arquitetura:

       

        Agor photo SC10_085_zpsdbrugswy.pnga, se as más línguas acreditam que existe uma única semelhança entre Star Hill e Meteora, e que esta termina no campo da comparação entre os mosteiros no cume de montes elevados, receio revelar que esse pensamento está redondamente equivocado. Em se tratando de Saint Seiya devemos atentar para arquitetura escolhida pelo autor, quase que minuciosamente, para reproduzir as tendências culturais dos períodos, portanto, a ambientação na obra de Masami Kurumada está além da simples ambientação.

        A imagem ao lado, retirada do capítulo 46, intitulada “A Ressurreição de Atena”, é um bom exemplo disso. Para um leitor de quadrinhos leigo, possivelmente, essa imagem está ali apenas para compensar o plano geral da técnica de quadrinização.

        Entretanto, para alguém mais curioso – ou um estudante de arquitetura, essa estrutura está sugerindo a preferência pela arquitetura dórica. Então, o que caracteriza as colunas dóricas para podermos tirar a prova real? Se nos atentarmos a imagem conseguiremos perceber que a maior área do capitel, no caso, o ábaco, está sustentando diretamente a arquitrave. Isso quer dizer que a escolha daquele tipo de arquitetura ali naquela cena não está sem uma justificativa.

 photo SC10_055_zpswiupfnhc.png

        Sabendo disso, se considerarmos as ilustrações de Star Hill poderemos perceber que sua influência está indicando traços da arquitetura renascentista, aquela produzida no período do Renascimento na Europa, durante os séculos XIV, XV e XVI. Nesse novo estilo havia uma mistura de elementos arquitetônicos clássicos, inspirados na arte greco-latina (abóbada de berço, formada por vários arcos de volta perfeita; cúpula; frontão; colunas das ordens dóricas, jônicas ou coríntias; arco de voltas perfeitas), com as caraterísticas de volumes; horizontalidade (construía-se em extensão e não em altura) obtida usando cornijas, frisos e balaustradas), sendo patente a decoração naturalista (conchas e flores, em baixos-relevos).

        Sabendo que do século XIV (1301 a 1400) ao século XVI (1501 a 1600) foram construídos os mosteiros que compõe Meteora, e, durante esse período, ocorreu o Renascimento, é praticamente inegável que o mosteiro (ou templo) de Star Hill tenha sido baseado daí. Outra coisa, que praticamente encerra esse assunto:

 

 photo SC10_054_zps31p1nart.png

        Existem, segundo a imagem há uma cúpula contendo, no cume da mais alta, uma cruz cristã, que sugere o período (ou influência) para sua escolha. Outro detalhe que pode-se reparar é que as vergas das janelas são de volta perfeita. Em outras palavras, é indiscutível, definitivamente, tanto o período como o modelo de arquitetura utilizado por Masami Kurumada na elaboração de Star Hill.

 

Curiosidade:

 

        No episódio 71, intitulado “O Relógio de Fogo se extingue!”, fora retirado completamente o traço da influência da arquitetura renascentista, inclusive, o mosteiro foi substituído por um templo de colunas dóricas no interior das rochas.

 

 photo Star_Hill_anime_zpsqqsichk3.jpg

Plano geral de Star Hill, versão do anime.

Referências:

 

http://pt.wikisource.org/wiki/No%C3%A7%C3%B5es_Elementares_de_Archeologia/III

http://pt.wikipedia.org/wiki/Arquitetura_do_Renascimento

http://viajeaqui.abril.com.br/cidades/grecia-meteora
http://www.turismogrecia.info/guias/grecia/grecia-meteora
BibliotecaCDZ (Manitroll)

         

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!