EPISÓDIO 20 - EDEN'D

22/08/2012 23:21

Eden'd

Por Julian VK

 

        Antes de começar, vale um comentário positivo. Quem achava que Eden se juntaria ao grupo de Kouga e destruiria a ruína do relâmpago, levante a mão. Pessoalmente, eu ainda acho que isso vai acontecer, mas fazer uma referência a Shina foi uma excelente ideia. Mostra que os personagens não são (muito) desmiolados e que os autores não esqueceram dos personagens que ficaram para trás.

        De uma forma geral, este episódio pode ser classificado como um “plot twist”. Parecia que tudo seguiria conforme o planejado para os cavaleiros de bronze e que logo a última ruína seria eliminada. Quem sabe, com o roteiro seguindo um novo rumo, a história melhore.

        Uma parte importante deste episódio é o flashback de Eden, que revela um pouco mais sobre os planos de Mars. Embora o suposto “deus da guerra” afirme que deseja criar um mundo justo, a ideia de que “o forte dominará o fraco” já me basta para duvidar das verdadeiras intenções do Sr. Barriga de Galáxia. Porém, seu filho acredita piamente nessas palavras.

        Finalmente pudemos ver o verdadeiro rosto da Sonia, que não tem nada de especial. Ela é só mais uma garota bonita com cabelo cor de rosa. Nada que já não tenhamos visto. E falando em coisas que já vistas, ela pode ser considerada uma referência a Violet de Behemoth, uma vez que também aparenta ter o corpo cheio de cicatrizes (embora não tanto quanto a espectra mencionada).

        Vemos um lado bem mais humano em Sonia, pois ela se mostra extremamente preocupada com o fato de que Eden pretende ir para o campo de batalha. Além disto, ela deixa claro que seus sacrifícios são pelo bem de seu pai e de seu irmão, ou seja, Mars e o cavaleiro de Orion. Talvez no fundo ela não seja de todo malvada.

        Mas Eden é teimoso e vai atrás de Aria assim mesmo.

        A cena que se segue não é de grande importância, pois serve apenas para mostrar que Athena não está na “Terra”. Onde guardaram a Saori vamos descobrir outro dia.

        Logo depois temos uma demonstração do poder do cosmo de Aria, que ao invés de causar destruição, parece ter o poder de gerar e nutrir vida. A conversa entre ela, Kouga e Yuna serve para reforçar o quanto a falsa Athena está grata pro seguir viagem com os bronzeados e como estes estão felizes por ter a companhia dela.

        Porém, vamos pular para a parte que realmente interessa e que contém a primeira gafe do episódio, a meu ver. Eden conseguiu encontrar quem procurava como se tivesse um GPS indicando a posição. Sinceramente, deveriam mostrar como os guerreiros de Mars conseguem localizar os cavaleiros de bronze com tanta facilidade e, mais importante, por que não enviam o Santuário inteiro de uma vez já que conseguem fazer isto.

        Sobre a batalha, só uma coisa a dizer: Eden’d. Fazendo os cavaleiros de prata passarem vergonha, o cavaleiro de Órion detonou Yuna e Kouga sem sofrer um único arranhão. E ainda por cima aproveitou para ser poser, equilibrando-se sobre o punho do Pégaso (alguém mais lembrou de Regulus e Violet?).

        Embora eu tenha ficado muito contente em ver o Kouga levando uma surra colossal, é preocupante o nível de força em que colocaram seu oponente. Eu não consigo imaginá-lo sendo derrotado pela turminha de bronze, a menos que todos os cinco caiam em cima dele ao mesmo tempo.

        Para concluir, afirmo que este é um episódio interessante. Quebrou a mesmice, abriu novas possibilidades para o roteiro, não enrolou com aquelas cenas de “vestir armadura” que já enjoamos de ver e mostra certo desenvolvimento nos personagens.

        Contudo, já me decepcionei antes e minha postura permanecerá a mesma. Não colocarei esperanças em Saint Seiya Omega.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!