EPISÓDIO 30 - HARBINGER ARRASANDO CORAÇÕES

29/10/2012 22:56

Harbinger Arrasando Corações

Por Julian VK

 

        Como eu odeio essa risada do Harbinger. Mas não há muito que eu possa fazer além de suportá-la quando o resto da trupe de bronze não tem a menor capacidade de ferir o cavaleiro de Touro. Se bem que eu não esperaria menos, seria um tanto quanto ilógico se eles já conseguissem descer a porrada num dourado.

        Pareceu um tanto pesado para um anime mais “infantil” toda aquela história de quebrar ossos, mas aparentemente os roteiristas estão querendo aproximar o Omega mais do original. Para mim tanto faz...

        O primeiro ponto que realmente me desgostou neste episódio (tirando a voz insuportável do Harbinger), foi mais uma cena de emice do Eden. Totalmente desnecessário aquilo, foi praticamente o mesmo que vimos no episódio anterior. Pra que perder tempo com isso?

        Enquanto isso, o Touro nos mostra um novo golpe: Greatest Horn. Este sim parece o ataque de um cavaleiro desta constelação, já que a impressão que causa é de destroçar tudo ao seu redor. Graças a esse golpe a batalha se arrasta a favor do dourado, já que, como é de se esperar, os pivetes de bronze não querem entregar os pontos.

        Harbinger então resolve contar a sua triste história e, através dela, descobrimos que ele despertou o cosmo pela primeira vez quando criança e desenvolveu uma tara primeiro por quebrar ossos alheios e, depois, por quebrar seus corações afundando-os no desespero.

        O grande problema aqui é que o Touro enfrentou um cavaleiro... e venceu. É aceitável que ele fosse capaz de derrotar certos oponentes normais, pois tinha alguma noção rudimentar do cosmo. Mas derrotar um guerreiro de Athena treinado e sair vitorioso é algo totalmente diferente.

        O próprio Harbinger diz que somente após um árduo treinamento ele conseguiu se tornar um cavaleiro de ouro, então como ele conseguiu anteriormente o feito de vencer um cavaleiro havendo praticado apenas técnicas comuns de luta? Esta é uma desculpa mais do que forçada para explicar como o Touro conseguiu se encontrar com Mars e outra prova de que a única coisa que impede Saint Seiya Omega de afundar de vez são as lutas cheias de efeitos especiais.

        E devo admitir que isto eles fizeram muito bem neste episódio, especialmente na segunda metade. As cenas em que Harbinger e Kouga enfrentam um ao outro ficaram espetaculares, definitivamente uma boa luta.

        Por fim, os outros quatro bronzeados desaparecem após o último golpe de Harbinger. Pra onde foram só Mars sabe, mas creio que logo descobriremos o que aconteceu e quem foi o responsável por isso (não creio ainda que foi o Touro, a menos que ele os tenha catapultado através do telhado).

        Minha conclusão é a seguinte: creio que podemos esperar lutas divertidas nesta saga das doze casas, mas o roteiro continuará tão fraco e controverso quanto na temporada anterior.

        E graças a este episódio, na próxima vez que alguém disser que o Tatsumi seria capaz de derrotar o Milo... eu não duvidarei. Vai que o carecão também despertou o seu cosmo por acidente?

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!