Resposta à Katrinnae da Manitroll e a Kurumada Legend - Por Mateus Klein

14/06/2016 23:45

Ich an der Reihe.

Hallo, Nazi-Freund. Meine Botschaft ist für Sie, die nicht lernen, Ihre Freunde zu wählen. Sie wissen Saguista? Es ist besser, seine prall, finden es nicht dein Bruder oder bester Freund, weil er kein Freund von jemand ist. Es ist verrückt, und als solche wird fick euch alle. Und der Holocaust Canvete beginnt jetzt. Nun gehen die Buteco behaupten in der Tat sehr cool, dass die Absätze bewegen.

Tão vendo essa porra ae, meus queridos? Foi a merda que aquele bando de desocupados me mandou via conta fake no dia 5 de março de 2016, as 19:06. Agora me digam...

Qual a moralzinha?

Sim, aquelas retardadas da Manitroll me enviaram uma mensagem em Alemão, Alemão de péssima qualidade, diga-se de passagem (Mas esperar o que de um grupo que não consegue traduzir o espanhol da forma correta, apesar de dizerem que é uma língua fácil), me chamando de Nazista. Klein... Nazista... É, eu sou Alemão. Mas só uma curiosidade rápida...

Klein é um sobrenome de Judeus alemães.

Sim, “mein amiguinhas”. É esse tipo de gente asquerosa, esse tipo de verme que habita essa fandom podre. E quem pode falar melhor do que eu? Eu fui ADM da Merdastroll, ou Manitroll, como queiram. E eu vi de perto o tipo de gente perturbada que tá ali.

Katrinnae, que gosta de ser chamada de rainha das tretas, não passa de uma cagona. Cagona. Cagona do tipo que posta merda e apaga logo em seguida, cagona do tipo que se blinda dentro de um perfil cheio de gente bloqueada. E tem mais: No começo da Manitroll, Katri se passava por Thales Fernandes. Mas ela é muito corajosa, ok?

Ok.

Tem a SirSarah também. Gente finíssima, matou o dublador Antônio Akira horas antes dele infelizmente falecer. Tomou um pito e no outro dia foi trabalhar com quem? Com a Kurumada Legend’s, ou como eu chamo, legendas do Kurumerda’s. Mas o mais engraçado é que ela saiu por conta própria e saiu espalhando que o ‪#‎Saguista‬ baniu ela por homofobia. E depois tentou voltar e achou infinitamente injusto não ser aceita de volta. Lucas homofóbico! >.> Pensem que nem quando o pai dela botou ela pra fora de casa, ela se sentiu tão humilhada!

Claro, afinal o nosso querido Élbio é um poço de heterossexualidade.

Quando ele bota a toquinha de tigre fica parecendo o Rambo, gente.

Puxa, puxa que puxa, né?

Ou seja, já tivemos apologia ao Nazismo e difamação. Mas eu nunca vou dizer que essas pessoas são criminosas.

Apenas pessoas saudáveis são criminosas, e elas são claramente doentes. Ah, é, tem mais. Acusaram o nosso Gabriel de ir lá na página delas bater boca. Eu fui olhar. Era um outro Gabriel que eu nunca vi mais gordo. Se realmente fosse o Gabriel do QC lá, a mãe daquele povo tava posta na zona a muito tempo.

E agora, fiquei sabendo que saíram falando de mim. Claro que se doem. Deve doer muito entrar pra um grupo pra fuder com ele e sair sem conseguir sabotar e ainda perder um membro. Até eu escrever aquele primeiro Leião, eu não me sentia um membro do QC, principalmente por ser membro da Manitroll. Agora, eu percebo que eu nunca fui igual a elas. Agora eu entendo porque eu defendi o Lucas na noite em que fizeram uma chamada separada com ele pra despejar uma pilha de merda nele e nem deixar ele se defender.

Porque eu não sou doentio.

Porque eu tenho uma vida fora daqui, eu não boto minha vida embaixo de Scans.

Eu tenho o amor da minha família, eu não passei 10 anos trancado num quarto em depressão, eu não vivo pra um fandom.

Podem falar o que quiserem. Podem armar o drama que quiserem. As cobras que não abocanham suas presas, devoram a si mesmas.

Questão de tempo.

Atenciosamente, daquele que um dia se chamou Morpheus Morphético;

 

- Mateus Klein.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!